Patentes

Conheça as patentes registadas no âmbito da atividade do RAIZ.

Biocompósitos reforçados com fibras de pasta de Eucalyptus globulus tratadas mecanicamente.

O RAIZ em colaboração com a Universidade de Aveiro e no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2021, um pedido de patente nacional para o registo da invenção “Biocompósitos reforçados com fibras de pasta de Eucalyptus globulus tratadas mecanicamente”.

A invenção descreve biocompósitos de ácido poliláctico (PLA) ou de polihidroxibutirato (PHB) reforçados com fibras de pasta Kraft de Eucalyptus globulus tratadas mecanicamente por micronização para uma melhoria dos processos de aglomeração e de dispersão do biocompósito.

Método de obtenção de betainato de amido.

O RAIZ em colaboração com a Universidade de Coimbra e no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2021, um pedido de patente nacional para o registo da invenção “Método de obtenção de betainato de amido”.

A invenção descreve um método de obtenção de betainato de amido, uma alternativa mais biodegradável aos éteres de amido catiónicos, com aplicação na produção de material papeleiro, como papel de impressão e escrita e para alimentação, particularmente embalagens.

Processo de produção de nanocelulose bacteriana a partir de biomassa lenhocelulósica de Eucalyptus globulus.

O RAIZ em colaboração com a Universidade do Minho e no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2020, um pedido de patente nacional, depois convertido em pedido internacional, para o registo da invenção “Processo de produção de nanocelulose bacteriana a partir de biomassa lenhocelulósica de Eucalyptus globulus”.

A invenção consiste num processo de produção de nanocelulose bacteriana através de xaropes de açúcar de biomassa lenhocelulósica de Eucalyptus globulus, com rendimentos comparáveis ou mesmo superiores a outros meios de cultura comuns.

Processo de produção de xilooligossacarídeos (XOS) a partir de pasta Kraft de Eucalyptus globulus.

O RAIZ em colaboração com o Instituto Superior Técnico e no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2020, um pedido de patente nacional, depois convertido em pedido internacional, para o registo da invenção “Processo de produção de xilooligossacarídeos (XOS) a partir de pasta Kraft de Eucalyptus globulus”.

A invenção descreve um processo de produção de xilooligossacarídeos (XOS) a partir de pasta Kraft de Eucalyptus Globulus que envolve apenas um passo direto de hidrólise ácida e a condições de temperatura e de pH moderadas e com baixos tempos de reação.

Complexos poliméricos de lantanídeos luminescentes e matrizes de fibras celulósicas funcionalizadas para deteção de contrafação.

O RAIZ em colaboração com a Universidade de Coimbra e no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2020, um pedido de patente nacional, depois convertido em pedido internacional, para o registo da invenção “Complexos poliméricos de lantanídeos luminescentes e matrizes de fibras celulósicas funcionalizadas para deteção de contrafação”.

A invenção refere-se a complexos poliméricos de lantanídeos luminescentes com condições ópticas ideais para aplicações de deteção de contrafação, sendo possível o seu uso em matrizes celulósicas como garantia de segurança e autenticidade, constituindo assim ferramentas para a deteção de contrafação.

Plataforma para planeamento de operações silvícolas visando uma gestão florestal sustentável caso-a-caso.

O RAIZ submeteu, em 2019, um pedido nacional, depois convertido em pedidos internacional e europeu, para registo da invenção “Plataforma para planeamento de operações silvícolas visando uma gestão florestal sustentável caso-a-caso“.

A invenção consiste numa plataforma de indicação de práticas silvícolas customizadas para gestão de plantações de eucalipto, nas diferentes fases de desenvolvimento dos povoamentos e para as diferentes condições edafoclimáticas existentes em Portugal.

Pasta celulósica de casca de Eucalyptus globulus para produtos de papel tissue

O RAIZ no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2019, um pedido nacional, depois convertido em pedidos internacional e europeu, para registo da invenção “Pasta celulósica de casca de Eucalyptus globulus para produtos de papel tissue ”.

A invenção descreve uma pasta celulósica de casca de Eucalyptus globulus que permite o desenvolvimento de propriedades-chave de produtos tissue. São também considerados os produtos tissue que incorporam a pasta desenvolvida.

Pasta celulósica de Eucalyptus globulus crua para produtos de papel tissue.

O RAIZ no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2019, um pedido nacional, depois convertido em pedidos internacional e europeu, para registo da invenção “Pasta celulósica de Eucalyptus globulus crua para produtos de papel tissue”.

A invenção descreve uma pasta celulósica de Eucalyptus globulus crua que permite o desenvolvimento de propriedades-chave de produtos tissue. São também considerados os produtos tissue que incorporam a pasta desenvolvida.

Matriz dual flexível de base celulósica para integração de electrónica e microfluídica.

O RAIZ em colaboração com a Universidade Nova de Lisboa e no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2018, um pedido nacional, posteriormente convertido em internacional e em europeu, para registo da invenção “Matriz dual flexível de base celulósica para integração de electrónica e microfluídica”.

A invenção consiste numa matriz, de origem renovável e biodegradável, flexível, leve e miniaturizada, de base celulósica, de dupla camada e dupla estrutura de diferente grau de compacticidade, capaz de simultaneamente integrar funções de microfluídica bem como componentes electrónicos e electroquímicos.

Flocos de cargas minerais conjugadas com microfibrilas e nanofibrilas de celulose para aplicação na produção de material papeleiro com propriedades papeleiras melhoradas.

O RAIZ em colaboração com a Universidade de Coimbra e no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2018, um pedido nacional, posteriormente também convertido em internacional e europeu, para registo da invenção “Flocos de cargas minerais conjugadas com microfibrilas e nanofibrilas de celulose para aplicação na produção de material papeleiro com propriedades papeleiras melhoradas”.

A invenção pretende resolver o problema atual do uso de aditivos sintéticos, prejudiciais para o ambiente e dispendiosos, no processo de produção de material papeleiro com propriedades papeleiras melhoradas, através do uso de flocos constituídos por cargas minerais conjugadas com microfibrilas ou nanofibrilas de celulose, desenvolvidos para aplicação em fibras celulósicas. O pedido nacional foi concedido.

Metodologia de Apoio à Decisão e Avaliação do Impacto dos Programas de Inovação e de Conhecimento baseados em Investigação e Desenvolvimento Tecnológico nas Organizações.

O RAIZ no âmbito do projeto inpactus submeteu, em 2018, um pedido nacional, depois convertido em pedidos internacional e europeu, para o registo da invenção “Metodologia de Apoio à Decisão e Avaliação do Impacto dos Programas de Inovação e de Conhecimento baseados em Investigação e Desenvolvimento Tecnológico nas Organizações”.

A invenção descreve uma metodologia para identificar e quantificar, para programas de inovação, o seu valor económico e ativos intangíveis criados, permitindo uma avaliação da sua eficiência e eficácia.

PATENTE (PT 106278 A)

Método para a obtenção de um extrato rico em ácidos triterpénicos a partir da casca de eucalipto

O RAIZ em colaboração com a Universidade de Aveiro submeteu, em 2012, um pedido nacional e internacional para registo da invenção “Método para a obtenção de um extrato rico em ácidos triterpénicos a partir da casca de eucalipto”.

A invenção refere-se a um método, altamente eficiente e de fácil implementação industrial, para obter extratos com elevados teores de ácidos triterpénicos a partir da casca de Eucalipto. Ácidos triterpénicos possuem características com efeitos biológicos e farmacológicos, como propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes. O método terá aplicação nas indústrias farmacêutica, nutracêutica, cosmética e de alimentos funcionais. Esse pedido de registo de patente foi agora aceite em Espanha.